Terça-feira
16 de Julho de 2019 - 

Projeto de cidadania do TJPR promove palestras a estudantes de 35 Escolas Municipais de Curitiba

Projeto de cidadania do TJPR promove palestras a estudantes de 35 Escolas Municipais de Curitiba Na 2ª etapa do Programa Justiça e Cidadania Também se Aprendem na Escola, Juízes, Promotores e Advogados voluntários visitaram nesta quinta-feira (13/6) a Escola Municipal Rio Negro Sex, 14 Jun 2019 16:56:14 -0300 Alunos do 5º ano da Escola Municipal Rio Negro, localizada no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, receberam nesta quinta-feira (13/6) a visita do Programa Justiça e Cidadania Também se Aprendem na Escola. Operadores do Direito realizaram palestras e tiraram dúvidas dos estudantes sobre questões de cidadania e sobre o funcionamento da Justiça. A atividade faz parte de uma série de visitas, que estão sendo feitas neste primeiro semestre de forma voluntária por juízes, promotores e advogados a escolas paranaenses, em uma das fases do programa desenvolvido pela 2ª Vice-Presidência do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR). Em Curitiba, 35 escolas estão participando da iniciativa. O Juiz Rodrigo Fernandes Lima Dalledone, o Promotor Maximiliano Ribeiro Deliberador e o Advogado Eurolino Sechinel dos Reis explicaram aos alunos sobre suas respectivas profissões e as atividades que realizam no dia a dia. Ao final os estudantes fizeram várias perguntas sobre uma ampla gama de assuntos relacionados às suas vivências ou que estão presentes nos noticiários. Cartilha da Justiça Antes da visita, os professores haviam trabalhado com os alunos em sala de aula os assuntos tratados na Cartilha da Justiça, uma publicação didática que apresenta em forma de histórias em quadrinhos questões sobre a Justiça e sobre os direitos e os deveres dos cidadãos. Os alunos, segundo a professora Denise Grocholski, gostaram muito da Cartilha. “O material é muito criativo, ilustrativo, e conta os fatos do dia a dia das crianças. Está trabalhando também a questão dos valores que estão sendo esquecidos hoje no nosso dia a dia”, afirmou. Para o Juiz Rodrigo Dalledone, a visita foi importante para mostrar o magistrado e os operadores do Direito como seres humanos que estão ali para resolver problemas, afastando a ideia de uma Justiça distante. Para ele o resultado foi ótimo e as perguntas demonstraram que as crianças já estavam bem preparadas. “As crianças realmente estudaram a Cartilha, e as perguntas envolvem não só problemas concretos, mas também coisas que estão acontecendo no país hoje”, explicou. A professora Tatiane Aristich afirmou que foi gratificante perceber a demonstração de interesse dos alunos pelo funcionamento da Justiça. “Eles perguntaram muito, se aprofundaram no assunto, e foi pertido porque isso abre o horizonte deles, e abre a possibilidade de conhecerem novas profissões e entender como isso acontece no dia a dia”, garantiu a educadora. Conheça o projeto O programa “Justiça e Cidadania Também se Aprendem na Escola” foi criado pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) em 1993. No Paraná a iniciativa foi implantada logo no início e o Estado é o único que desenvolveu as atividades do programa de forma ininterrupta durante todo esse período. O objetivo é facilitar e difundir o acesso à Justiça, por meio da pulgação de noções básicas sobre direitos e cidadania às crianças do ensino fundamental de escolas públicas. O programa segue algumas etapas no decorrer do ano. Primeiramente são distribuídas cartilhas didáticas sobre o funcionamento da Justiça e sobre questões que envolvam os direitos e os deveres dos cidadãos. Em um segundo momento juízes, promotores e advogados visitam as escolas para promover palestras sobre os temas das cartilhas. Na etapa seguinte, os estudantes têm a oportunidade de visitar a sede do Tribunal de Justiça para conhecer as salas onde são realizadas as sessões de julgamento. Por fim, as escolas desenvolvem atividades culturais com o conteúdo aprendido e, como forma de incentivar ainda mais o conhecimento, os alunos autores dos melhores trabalhos são premiados.
14/06/2019 (00:00)

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Contate-nos

Advocacia Abrunhoza, Sanches & Santos. OAB/PR n°. 7.739. CNPJ n°. 30.956.956/0001-22

Rua Duque de Caxias  570  Sala 01
-  Centro
 -  Rolândia / PR
-  CEP: 86600-057
+55 (43) 3255-5420
Visitas no site:  61945
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.