Domingo
26 de Maio de 2019 - 

Notícias

Newsletter

Lideranças devem indicar deputados que vão participar das CPIs

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), solicitou aos líderes partidários, durante a sessão plenária desta terça-feira (16), que indiquem os nomes que irão compor novas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) que devem ser instaladas na Casa. “Que procedam à indicação dos respectivos membros em número de sete ou onze”, comunicou Traiano, destacando que cada Comissão terá a quantidade determinada pela proporcionalidade da representação partidária.As CPIs que tiveram requerimentos apresentados são: CPI das ONGS, proposta do deputado Ricardo Arruda (PSL); CPI de Mineração e das Barragens, do deputado Cobra Repórter (PSD); CPI da JMK, do deputado Soldado Fruet (PROS); CPI das Bombas de Combustíveis, do deputado Delegado Jacovós (PR); CPI do Transporte Clandestino, do deputado Delegado Recalcatti (PSD); e CPI do Feminicídio, da deputada Cantora Mara Lima (PSD).CPIs – As Comissão Parlamentares de Inquérito, de acordo com o Regimento Interno da Assembleia Legislativa, “serão constituídas por requerimento subscrito por um terço do número total de deputados, para apuração de fato determinado e por prazo certo, as quais terão poderes de investigação próprios das autoridades judiciais, além de outros previstos em lei”. O prazo para a apresentação dos relatórios é de 120 dias a partir da constituição delas, podendo ser prorrogado por mais 60 dias.    
16/04/2019 (00:00)
Visitas no site:  30065
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.