Domingo
26 de Maio de 2019 - 

Notícias

Newsletter

Justiça Restaurativa foi tema de curso promovido pelo Judiciário

Justiça Restaurativa foi tema de curso promovido pelo Judiciário A 2ª Vice-Presidência, a AMAPAR e a ENM promoveram o evento que ocorreu na semana passada, em Curitiba Ter, 16 Abr 2019 14:52:57 -0300 A 2ª Vice-Presidência do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), a Associação dos Magistrados do Paraná (AMAPAR) e a Escola Nacional da Magistratura (ENM) promoveram, na semana passada, entre os dias 10 e 12 de abril, em Curitiba, o curso “Justiça Restaurativa – Teoria e Prática”. O encontro nacional ocorreu nas dependências da AMAPAR, sendo o primeiro realizado fora de Brasília, e teve a participação especial, na condição de formadora, da professora Sister Donna Liette, de Chicago (EUA). Durante o curso, foram realizadas uma oficina de processo circular e uma mesa de exposições de boas práticas na Justiça Restaurativa. Além disso, foram apresentados os resultados práticos alcançados pelo uso da Justiça Restaurativa em Chicago. A juíza Laryssa Copack Muniz, uma das organizadoras do evento, ressaltou que o curso proporcionou aos 40 participantes conhecimentos sobre os fundamentos da Justiça Restaurativa, além de apresentar os programas existentes nos Estados Unidos. “O estado do Paraná teve a oportunidade de apresentar os projetos desenvolvidos nas áreas de violência doméstica, infância e juventude, execução penal, entre outros. Destaque, também, para o apoio institucional da 2ª Vice-Presidência, eis que a Justiça Restaurativa envolve autocomposição ditada pelo TJ-PR”. O juiz Rodrigo Rodrigues Dias destacou a participação da formadora de Chicago com a formação de um círculo e a estrutura, que possibilitou aos participantes não apenas conhecer, mas potencializar a Justiça Restaurativa. “Esse é um instrumento para que o magistrado consiga alcançar o objetivo pelo qual ingressou na carreira, que é a harmonização e o cuidado com o ser humano, pontos que o curso conseguiu apresentar aos participantes”, explicou. O curso contou com apoio da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Escola da Magistratura do Paraná (EMAP), Companhia Paranaense de Energia (Copel), Sanepar, Instituto Mundo Melhor e restaurante Mukeka. Com informações: AMAPAR.  
16/04/2019 (00:00)
Visitas no site:  30076
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.