Domingo
25 de Agosto de 2019 - 

Criai confirma o lançamento do programa "Detox Digital Paraná"

O uso excessivo da internet por crianças e adolescentes provoca comportamento sedentário, fator de risco para obesidade, que pode, no futuro, causar doenças cardiovasculares e diabetes, apontam especialistas. Preocupados com essa realidade os deputados da Comissão de Defesa dos Diretos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) vão lançar em julho o programa “Detox Digital Paraná”.O assunto foi discutido na reunião da Comissão realizada na tarde desta terça-feira (11), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). “Como está a relação das nossas crianças e adolescentes com esse mundo digital?”, questionou o deputado Cobra Repórter (PSD), presidente do grupo de trabalho. Ele explicou que o “Detox Digital Paraná” visa a implementação de ações para a garantia da proteção integral desses jovens cidadãos no que se refere à saúde física e mental, cognição, relações sociais e a segurança. O programa, que será lançado no dia 8 de julho, às 9 horas, no Plenário da Alep, é resultado de uma parceria com a Força-Tarefa Infância Segura e o Instituto Tecnologia & Dignidade Humana (I-T&DH).Denúncias – Os deputados também discutiram, na reunião que aconteceu logo após a sessão plenária na Sala Arnaldo Busato, a realização de audiências públicas regionais com certificação de parceiros da Criai de cada região e definiram a sistemática de distribuição de boletins de ocorrências das denúncias e reclamações recebidos pela secretaria da Criai. “Cada parlamentar ficará responsável pelo encaminhamento das denúncias de sua região”, informou o presidente da Criai. No site da Comissão já foram registradas nove denúncias. Elas se referem a falta de professores de apoio, de reclamação sobre a atitude de médico no pronto-atendimento infantil em relação a criança com deficiência e também relatam um caso de abuso sexual infantil.Projetos – Foram também aprovados hoje dois projetos de lei. Um deles é o de nº 120/2019, do deputado Evandro Araújo (PSC), concedendo o título de utilidade pública Associação Beneficente de Proteção ao Idoso Lar Nossa Senhora das Graças com sede no Município de Reserva, e foi relatado pelo deputado Marcio Pacheco (PDT). A segunda matéria que recebeu parecer favorável, o projeto de lei nº 681/2017, do deputado Marcio Pacheco, concede isenção de tarifa no transporte intermunicipal para pessoas com transtorno do espectro autista (TEA) e seu acompanhante, e teve como relator o deputado Cobra Repórter.  Por outro lado, o projeto de nº 310/2017, de autoria do deputado licenciado Guto Silva (PSD), foi retirado de pauta em função de ausência do relator. A matéria, que concede o título de utilidade pública ao Instituto de Saúde do Idoso São Francisco de Assis, voltará a ser discutida na próxima reunião da Comissão. Agora, sob a relatoria do deputado Marcio Pacheco.Além do deputado Cobra Repórter participaram da reunião os seguintes parlamentares: Marcio Pacheco (PDT), Luciana Rafagnin (PT), Cantora Mara Lima (PSC), Subtenente Everton (PSL) e Alexandre Amaro (PRB). Carregando galeria do Flickr...
11/06/2019 (00:00)

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Contate-nos

Advocacia Abrunhoza, Sanches & Santos. OAB/PR n°. 7.739. CNPJ n°. 30.956.956/0001-22

Rua Duque de Caxias  570  Sala 01
-  Centro
 -  Rolândia / PR
-  CEP: 86600-057
+55 (43) 3255-5420
Visitas no site:  94033
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.