Sexta-feira
23 de Agosto de 2019 - 

CRIAI apresenta balanço semestral dos trabalhos

A Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente, Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) apresentou o relatório de trabalho do primeiro semestre de 2019. A Comissão recebeu denúncias de persas regiões do estado que chegaram por meio do site www.criaiparana.org.O deputado estadual Cobra Repórter (PSD), presidente da Criai, lembra que, em Londrina, por exemplo, chamou atenção o caso da idosa que sofreu maus tratos e acabou se acidentando numa agência bancária quando tentava fazer a prova de vida. “A Criai interviu e cobrou explicações da presidência da instituição financeira. Também exigiu ações por parte da Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa do Congresso Nacional e do Ministério Público. Todos nos responderam, encaminharam as providências que estão sendo tomadas e estamos em cima para ver se de fato estão cumprindo com o que nos foi informado“, garantiu o deputado.Outro caso envolvendo idoso que a Criai também interviu foi o que ocorreu na Lapa, região metropolitana de Curitiba. A filha de um senhor de 90 anos foi até a agência bancária tentar receber os R$ 998 da aposentadoria do pai, mas ouviu de um funcionário que o benefício estava bloqueado e que o pai teria que fazer a prova de vida, exigida pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ela, então, pediu para que o irmão levasse o pai no colo e gravou tudo. O idoso morreu dias depois.A Comissão também recebeu reclamações relacionadas à falta de professores de apoio em escolas; dificuldade de tratamento e diagnóstico de autismo em crianças; denúncias de abuso sexual de crianças. Todas as denúncias foram encaminhadas para os órgãos competentes e estão sendo monitoradas pela equipe da Criai.“Estamos trabalhando em conjunto com todos os membros da Comissão, fazendo um raio x no Paraná dos persos problemas nessa área, para defender os direitos da criança, do adolescente, da pessoa idosa e das pessoas com deficiência. Realizamos audiências públicas, persas reuniões para debater persos temas. Alguns projetos de lei foram apresentados. A Comissão está a todo vapor, de trabalho intenso, buscando solucionar esses problemas”, relatou o deputadoCobra Repórter também destacou alguns casos de violência contra criança no Paraná e que foram acompanhados de perto pelos deputados da CRIAI. “Lamentavelmente nesse primeiro semestre ocorreram fatos que nos deixaram entristecidos, de crianças assassinadas em Rolândia, Arapongas, Porecatu e Curitiba. Todos esses casos foram sendo acompanhados pela Comissão para que a gente possa saber se todas as providencias estão sendo tomadas”.Reuniões - No primeiro semestre, foram realizadas quatro reuniões ordinárias e analisados sete projetos de lei pelos integrantes da Comissão. Também foram realizadas oito reuniões internas de trabalho e cinco externas.Os destaques foram para a Audiência Pública sobre Adoção e Apadrinhamento Afetivo e diplomação de Parceiros da Criai e para a Solenidade de Lançamento do Detox Digital no Paraná. O Detox Digital é uma campanha do Programa Reconecte, do Governo Federal, que prevê ações de conscientização e orientações sobre cuidados que as crianças e adolescentes devem tomar com o mau uso da internet.Para o próximo semestre, a Comissão já prepara outras ações, como adiantou o deputado. “Agora no segundo semestre temos alguns trabalhos a serem feitos, como um raio x de todas as APAES. Assim que tivermos esses dados em mãos, vamos levar ao Governador, porque sabemos que elas passam por persas dificuldades e têm que ter o apoio dessa Comissão”, disse. “Temos um cronograma até o final do ano para fazer outras ações de fundamental importância e de interesse da população”, finalizou o deputado.Integram a Comissão, além do deputado Cobra Repórter, as deputadas Cantora Mara Lima (PSC), vice-presidente, e Luciana Rafagnin (PT) e os deputados Alexandre Amarao (PRB), Luiz Carlos Martins (PP), Marcio Pacheco (PDT) e Subtenente Everton (PSL).
15/07/2019 (00:00)

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Contate-nos

Advocacia Abrunhoza, Sanches & Santos. OAB/PR n°. 7.739. CNPJ n°. 30.956.956/0001-22

Rua Duque de Caxias  570  Sala 01
-  Centro
 -  Rolândia / PR
-  CEP: 86600-057
+55 (43) 3255-5420
Visitas no site:  92230
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.